Rodrigo Agostinho adota Gabinete Verde em Brasília

Deputado aderiu ao programa institucional da Câmara dos Deputados
O deputado federal Rodrigo Agostinho (PSB/SP) adotou o projeto Gabinete Verde, instituído pela Câmara dos Deputados. A proposta tem como objetivo inserir a sustentabilidade no processo de trabalho dos gabinetes parlamentares da Casa Legislativa e integra as atividades que reforçam a importância do Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado hoje.
 
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA
 
Parlamentar eleito para exercer seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados, Agostinho optou pela utilização de equipamentos eletroeletrônicos que obedeçam à Etiqueta Nacional de Conservação de Energia.
Presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados, o deputado paulista afirmou que, como homem público, tem obrigação de dar o exemplo e incentivar boas práticas socioambientais. “Estou me empenhando muito para contribuir com uma nova maneira de fazer política e unificar nossos esforços em prol do meio ambiente”, afirmou o deputado.
 
CONSUMO CONSCIENTE
 
Dentre as principais práticas do gabinete estão a substituição de copos descartáveis por louça durável; a substituição de garrafas de água; adoção de uma impressora por gabinete; reutilização de material de escritório, proveniente do almoxarifado sustentável; redução do número de impressões; uso racional da cota gráfica, evitando desperdícios e usos desnecessários, além do cumprimento da coleta seletiva do lixo.
 
TRAJETÓRIA
 
Rodrigo Agostinho é ambientalista, advogado formado pela Faculdade de Direito de Bauru – Instituição Toledo de Ensino (2001). Mestre em Ciência e Tecnologia com ênfase em Biologia da Conservação na USC e Especialista em Gestão Estratégica pela USP.
 
Foi gerente-executivo do Instituto Arapyaú (2016-2018) e é ex-prefeito do município de Bauru (SP). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Público, Administrativo e Ambiental, e experiência em Águas, Mudanças Climáticas, Biologia da Conservação e Biodiversidade.
 
Foi membro titular do CONAMA – Conselho Nacional do Meio Ambiente por mais de 10 anos e é Membro da Comissão Mundial de Direito Ambiental da IUCN – União Internacional de Conservação da Natureza, Membro do Conselho do Instituto o Direito por um Planeta Verde, Fellow do Programa LEAD – Leadership for Environment and Development da Fundação Rockfeller.
Foi vereador por dois mandatos e Secretário Municipal do Meio Ambiente em Bauru, além de membro da Comissão Nacional de Biodiversidade, da Comissão Executida do PDA – Programa de Projetos Demonstrativos do PPG7 – Programa Piloto para a Proteção das Florestas Tropicais do Brasil, dos Comitês de Bacia Tietê Batalha e Tietê Jacaré, Fundador do Instituto Ambiental Vidágua e do Fórum Pró Batalha e membro do Núcleo Pró Tietê da Fundação SOS Mata Atlântica.
 
Criou o Programa de Recuperação Clickarvore com 36 milhões de árvores plantadas. Atualmente é membro da Sociedade Brasileira de Zoologia, da SAVE Brasil, da Sociedade Brasileira de Ornitologia, da Sociedade Brasileira de Herpetologia e da Sociedade Botânica do Brasil.
 
Atualmente é membro titular da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) e da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR). Integra a Frente Parlamentar Ambientalista do Congresso Nacional e é membro da Diretoria da Frente Parlamentar Mista Ética Contra a Corrupção.

Fonte: Assessoria do deputado.
05 de junho de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *